O seu currículo profissional é a primeira impressão que o recrutador terá de você, a partir dele o recrutador decidirá se te mantém no processo seletivo chamando-o para uma entrevista ou se irá ser descartado de imediato. Por isso ter um currículo bem escrito e eficiente é o primeiro e mais importante passo para conquistar aquela vaga tão desejada, afinal, através dele decidirão se querem te conhecer e saber mais de suas habilidades.

É extremamente importante saber que nunca se deve mentir no currículo, esse é um erro grave que pode te colocar em maus lençóis caso futuramente lhe seja cobrado por algo que ali estava escrito e você de fato não sabe.

Comece seu currículo pelos dados pessoais: Nome completo, data de nascimento, categoria da carteira de habilitação (caso possua), endereço, telefones e e-mail. Lembre-se de manter o seu telefone sempre atualizado e de checar sua caixa de e-mails, pois serão através dessas ferramentas que você será contactado.

Em seguida escreva um breve resumo de suas qualificações e habilidades profissionais e a área de atuação.

Depois escreva sobre sua escolaridade e formação acadêmica: Escola, ano de formação e curso. Se possuir ensino superior não precisa escrever sobre as escolas estudadas anteriormente, coloque apenas a faculdade/universidade seguido do nome do curso e ano de formação.

Posteriormente você pode escrever sobre outros cursos que possua e ache relevante. Algumas pessoas gostam de escrever sobre cursos complementares ao final do currículo e outras no começo, fica a seu critério.

Se você sabe falar outra língua escreva qual o seu grau de proficiência de fala e de escrita e o nome da instituição que aprendeu ou estuda.

Agora a parte mais importante do seu currículo: suas experiências profissionais. Comece sempre pelas experiências mais recentes até as mais antigas: Nome da empresa, cargo/ocupação, data de início e término do contrato de trabalho e um breve resumo de suas atividades (aqui é a hora de mostrar suas habilidades profissionais e o que você fazia na prática). É nesse campo que a empresa vai saber sobre suas competências profissionais antes de te conhecer, portanto, capriche e lembre de descrever suas principais tarefas e conhecimentos naquela área.

Por fim você pode concluir com atividades extra curriculares: trabalho voluntário, intercâmbio ou outra atividade que seja relevante para a vaga que você procura mas que não foi mencionada nos seus cursos complementares e nem nas suas experiências profissionais.

O seu currículo é um espelho de quem você é e do que você fez e sabe fazer, escreva sobre seu diferencial e mostre ao recrutador o porque ele deve te contratar. Ah! E não se esqueça de tomar cuidado com os erros de português, aqui eles são inadmissíveis.

Qualquer dúvida escreva pra nós através do nosso e-mail e fique de olho pois sempre traremos dicas pra te ajudar a se recolocar no mercado de trabalho, além claro de ter sempre vagas atualizadas pra você.

Boa sorte e até o próximo post =)